Grupo Estação NET

Mudar para desktop Registar Entrar

Estação Virtual

 

O Festival Estação Virtual chegou ao fim no último domingo 6/6 e teve o prazer de receber 80 mil visualizações!

Obrigadas, obrigados, obrigadxs a todos que participaram!

 

 

 

 

Filmes exibidos:

 

Amarelo Manga, de Claudio Assis
A Febre, de Maya Da-Rin
A Hora da Estrela, de Suzana Amaral
A Ostra e O Vento, de Walter Lima Junior
A Serpente, de Jura Capela
Antes do Fim, de Cristiano Burlan
Areias Escaldantes, de Franisco de Paula
 
Baile Perfumado de Lirio Ferreira e Paulo Caldas
Bandeira de Retalhos, de Sérgio Ricardo
Benjamin Zambraia e o Autopanótico, de Felipe Cataldo
Benzinho, de Gustavo Pizzi
Berenice, de Darwin
Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodansky
Boleiros, de Ugo Giorgetti
BR 716, de Domingos de Oliveira
Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queiroz
 
Cafuné, de Bruno Vianna
Casa Grande, de Fellipe Gamarano Barbosa
Cazuza o tempo não para, de Sandra Werneck e Walter Carvalho
Cidade Baixa, de Sérgio Machado
Cidade de Deus, de Fernando Meirelles e Katia Lund
Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes
Como é Cruel Viver Assim, de Julia Rezende
Como ser Solteiro, de Rosane Svartman
Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano
5 Vezes Favela, Agora Por Nós Mesmos, Coletivo

Deus É Brasileiro, de Cacá Diegues
Divino Amor, de Gabriel Mascaro
Dois Filhos de Francisco – de Breno Silveira
Dias Melhores Virão, de Cacá Diegues
Dois Perdidos Numa Noite Suja, de José Joffily
 
Éden, de Bruno Safadi
Esse Amor Que Nos Consome, de Allan Ribeiro
Estômago, de Marcos Jorge
Eu Seu Que Vou te Amar, de Arnaldo Jabor
Eu, Tu, Eles, de Andrucha Waddington
 
Fado Tropical, de Cavi Borges

Guerra de Canudos, de Sergio Rezende
Guerra do Paraguay, de Luiz Rosemberg Filho

Hoje eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro

Introdução A Música do Sangue, de Luiz Carlos Lacerda

Lamarca, de Sergio Rezende
Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando Carvalho
Lisbela e O Prisioneiro, de Guel Arraes
 
Mãe só há uma, de Anna Muylaert
Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos
Mutum, de Sandra Kogut

Nervos de Aço, de Maurice Capovilla
Nome Próprio, de Murilo Salles

O Cheiro do Ralo Heitor Dhalia
O Banquete, de Daniela Thomas
O Beijo da Mulher Aranha, de Hector Babenco
O Céu de Suely de Karim Aïnouz
O Exercício do Caos, de Frederico Machado
O Homem Nu, de Hugo Carvana
O Quatrilho, de Fábio Barreto
O Que Resta, de Fernanda Teixeira
O Uivo da Gaita, de Bruno Safadi
O Palhaço, de Selton Mello
O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho
Os Matadores, de Beto Brant
Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado
 
Pendular, de Julia Murat
Pequeno Dicionário Amoroso, de Sandra Werneck
Praça Paris, de Lucia Murat
 
Ralé, de Helena Ignez
Reviver, de Patrícia Niedermeier de Cavi Borges
Rio Mumbai, de Pedro Sodré
Riscado, de Gustavo Pizzi

Salto no Vazio, de Cavi Borges e Patrícia Niedermeier
Separações, de Domingos de Oliveira
Sinfonia da Necróple, de Juliana Rojas
Sonho de Rui, de Cavi Borges
Strovengah – Amor Torto, de André Sampaio

Tatuagem, de Hilton Lacerda
 
Últimos dias de Copacabana Jack, de Rob Curvello
Um Trem Para as estrelas, de Cacá Diegues
 
Vazante, de Daniela Thomas
Vende-se Esta Moto, de Marcus Faustini
Veja Esta Canção, de Cacá Diegues

Wood e Stock – Sexo, Orégano e Rock and Roll, de Otto Guerra



ESTAÇÃO VIRTUAL – PANORAMA DO DOCUMENTÁRIO NACIONAL

500 Almas, de Joel Pizzini
Aldir Blanc – Dois pra lá Dois pra cá, de André Sampaiio, Alexandre Ribeiro e José Roberto de MOrais
A Alma do Osso, de Cao Guimarães
A Batalha do Passinho, de Emilio Domingos
A História de um Silva, de Marcelo Gularte
À Margem da Imagem, de Evaldo Mocarzel
A Mulher de Luz Própria, de Sinai Sganzerla
A Música Segundo Tom Jobim, de Nelson Pereira dos Santos
A Obra de Arte, de Marcos Ribeiro

América Armada, de Alice Lanari e Pedro Asbag
Angel Viana, de Cristina Leal
Auto de Resistência, de Natasha Neri / Lula Carvalho
Bixa Travesty, de Claudia Priscila / Kiko Goifman

Cacaso – na corda bamba, de José Joaquim Salles e PH
Cartola, de Lirio Ferreira
Carvoeiros, de Nigel Nobel (produção de Marcos Prado e José Padilha)
Cassia Eller, de Paulo Henrique Fontenelle
Cativas - Preso Pelo Coração, de Joana Nin
Cauby Peixoto - Começaria Tudo Outra Vez, de Nelson Hoinnef
Cicero Dias - O Cumpade do Picasso, de Vladimir Carvalho
Cidadão Boilense, de Chaim Litewski
Cidade de Deus - 10 Anos Depois, de Luciano Vidigal / Cavi Borges
Cidade Invisível, de Terêncio Porto
Cinema de Lágrimas, de Nelson Pereira dos Santos
Cinema Novo, de Eryk Rocha
Clementina, de Ana Rieper
Cora Coralina, de Renato Barbieri
Crônica da Demolição, de Eduardo Ades

Dedo na Ferida, de Silvio Tendler
Deixa Que Eu Falo, de Eduardo Escorel
Diário de uma busca, de Flávia de Castro
Divinas Divas, de Leandra Leal
Do Luto a Luta, de Evaldo Mocarzel
Doméstica, de Gabriel Mascaro
Dominguinhos, de Eduardo Nazarin, Joaquim Castro e Mariana Aydar

Em Busca de Um Lugar Comum, de Felippe Mussel
Escolas em Luta, de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambeli
Estamira, de Marcos Prado
Estou Me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes
Excelentíssimos, de Douglas Duarte

Fevereiros, de Marcio  Debellian
Fios de Alta Tensão, de Sérgio Gag

Geraldinos, de Renato Martins e Pedro Asbeg
Geraldo José – O Som sem Barreira, de Severino Dadá

Henfil, de Angela Zoé

Iluminados, de Cristina Leal
Inaudito, de Gregório Gananian e Danielly O.M.M.

Janela da Alma, de João Jardim, Walter Carvalho
Jango, de Silvio Tendler
Jogo de Cena, de Eduardo Coutinho
Juízo, de Maria Augusta Ramos

L.A.P.A, de Cavi Borges e Emílio Domingos
Lugar de Fala, de Felipe Nepomuceno

Marcos Medeiros: Codinome, de Vicente Duque Estrada
Mataram Meu Irmão, de Cristiano Burlan
Meia Hora e As Manchetes que Viram Manchetes, de Angelo Defanti
Memória Para Uso Diário, de Beth Formaggini
Meninas, de Sandra Werneck
Menino 23, de Belisário França
Mentiras Sinceras, de Pedro Asbeg
Missão 115, de Silvio da Rin


O  Rap do Pequeno Príncipe, Contra as Almas Sebosas, de Paulo Caldas / Marcelo Luna
O Chamado de Deus, de José Joffily
O Corpo É Nosso, de Thereza Jessouron
O Desmonte do Monte, de Sinai Sganzerla
O Processo, de Maria Augusta Ramos
Onde a Terra Acaba, de Sergio Machado
Ônibus 174, de José Padilha e Felipe Lacerda
Oscar Niemeyer - A Vida é Um Sopro, de Fabiano Maciel

Pan-cinema Permanente, de Carlos Nader
Paralelo 10, de Silvio Da-Rin
Pastinha! Uma vida pela capoeira, de Toninho Muricy
Paulinho da Viola - Meu Tempo É Hoje, de Izabel Jaguaribe
Paulo da Portela, de Demerval Netto
Pierre Verger, Mensageiro entre dois Mundos, de Lula Buarque de Holanda
Pindorama, de Roberto Berliner
Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundaréu, de Júlio Calasso Jr


Raul - O Inicio, O Fim, O Meio, de Walter Carvalho
Relatos do Front, de Renato Martins
Rocha que voa, de Eryk Rocha

Santiago, de João Moreira Salles
Semente da Música Brasileira, de Patricia Terra
Serra Pelada, de Victor Lopes
Setenta, de Emilia Silveira
Simonal - Ninguem Sabe o Duro que dei, de Claudio Manoel e Calvito


Torquato Neto - Todas as horas do fim, de Eduardo Ades, Marcus Fernando
Torre das Donzelas,  de Suzanna Lira
Tropicália, de Marcelo Machado

Uma Longa Viagem, de Lúcia Murat
Uma Noite em 67,  de Renato Terra / Ricardo Calil
Um Passaporte Húngaro, de Sandra Kogut

Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper
You tubers, de Sandra Werneck e Bebeto Abrantes
               

****


 
 
CURTAS FIC:
 
A Dama do Estácio Direção: Eduardo Ades
A Vez de Matar a Vez de Morrer Direção : Giovani Barros
A Distração de Ivan Direção: Cavi Borges e Gustavo Melo
Alfazema Direção: Sabrina Fidalgo
BatImam e Robim Direção : Ivo Branco
Café com Leite Direção: Daniel Ribeiro
Cartão Vermelho Direção: Lais Bodanzky
Documentário Direção: Rogério Sganzerla
Entre Paredes Direção : Eric Laurence
Lá e Cá Direção: Sandra Kogut
Lá do Alto Direção: Luciano Vidigal
Litania da Velha Direção : Frederico Machado.
Meu Preço Direção: Hsu Chien
O dia em que Dorival encarou a Guarda Direção : Jorge Furtado, José Pedro Goulart
O dia em que Macunaíma e Gilberto Freyre visitaram o terreiro da Tia Ciata Direção : Sérgio Zeigler e Vitor Angelo
O Resto é Silêncio Direção : Paulo Halm
Personal Vivator Direção: Sabrina Fidalgo
Recife Frio Direção: Kleber Mendonça Filho
Sete Minutos Direção: Julio Pecly, Paulo Silva e Cavi Borges
Um sol alaranjado Direção : Eduardo Valente
Vestido de Laerte Direção: Claudia Priscilla e Pedro Marques
Viver a Vida Direção : Tata Amaral
 
 
CURTAS DOCS:
A Maldita Direção : Tetê Mattos
A Miss e o Dinossauro Direção : Helena Ignez
As constituintes de 88 Direção : Gregory Baltz
Amnestia Direção: Sasanna Lira
Borá Direção: Angelo Defanti
Cine Paissandu Direção : Christian Jafas
Como se morre no cinema Direção: Luelane Loiola Corrêa
Domicílio incerto Direção : Davi Mello e Deborah Perrotta
Dreznica Direção: Anna Azevedo
Efeito Casimiro, de Clarice Saliby
Em busca de um lugar comum Direção: Felippe Schultz Mussel
Eu preciso destas palavras escritas Direção: Milena Malfredini, Raquel Fernandes
Forofina – um filme a ser feito, de Sylvio Lanna e Cavi Borges

Ilha das Flores Direção : Jorge Furtado
Na Rota do Vento – o cinema na música de Sérgio Ricardo, de Marina Lutfi, Victor Magrath e Cavi Borges
Nova Pasta, Antigo Baú, de Sylvio lanna

Pé sem Chão, de Sérgio Ricardo
Poética do Barro, de Giuliana Danza
Projeto Beirute Direção: Anna Azevedo
Recife de dentro pra fora Direção: Katia Mesel
República das Saúvas Direção + montagem + roteiro: Piero Sbragia
Terra, de Sávio Leite
Transverso Direção : Fernanda Paz

Vênus, de Sávio Leite
 
**
 


SELEÇÃO ESPECIAL DE CURTAS DE ANIMAÇÃO
Curadoria dos curtas de animação realizada por Marcelo Marão e Rodrigo Fonseca
 
ATÉ A CHINA  (ANIMAÇÃO) Direção: Marcelo Marão
Chifre de Camaleão, de Marcelo Marão
Engolervilha, de Marcelo Marão
EU QUERIA SER UM MONSTRO (ANIMAÇÃO) Direção: Marcelo Marão
FLUXOS (ANIMAÇÃO) Direção: Diego Akel
GRÃO  Direção: Adriana Miranda
PROJETO DO MEU PAI (ANIMAÇÃO) Direção: Rosária
SUBSOLO (ANIMAÇÃO) Direção: Erica Maradona e Otto Guerra


***

PRÉ ESTREIAS
 
Longas
A Revolta dos Malês Direção: Belisário Franca, Jeferson De
Cinema é minha vida Direção: Patricia Niedermeier, Rodrigo Fonseca e Cavi Borges
Entre Macacos e Anjos Direção: Elizeu Ewald                                                                                     
Me Cuidem-se!  Direção: Bebeto Abrantes, Cavi Borges
O Artista – Todas as Horas, de Marcos Ribeiro
Ruivaldo, o Homem que salvou a Terra Direção : Jorge Bodanzky
Santiago das Américas ou o olho do terceiro mundo, de Silvio Tendler
Servidão, de Renato Barbieri e Neto Borges
Seres, Coisas, Lugares, de Suzana Macedo
Water Clock, de Regina Miranda
 
 ***
Curtas
Carta ao Magrão  Direção: Pedro Asbeg.
Caruatá - Vejo o Lugar Que Me Vê Direção :Walter Carvalho
Finado Taquari Direção: Frico Guimarães
João por Inês, de Bebeto Abrantes
Maré Olímpica, de Coletivo Maré Oficina de Documentários
Monte Serrat Direção: Francisco de Paula
Ouver – um processo em macro, de Pedro Bronz
Quem pode jogar? de Marcos Ribeiro
República das Saúvas, de Piero Sbragia

 

 

Leia mais ...

 

 

Festival Estação Virtual 35 Anos do Cinema Brasileiro

Panorama da Ficção Nacional | Panorama do Documentário Nacional

 

TEM MAIS, NÃO ACABOU!!



Sim, na teoria o último dia de Festival Estação Virtual seria segunda 31/5, atendendo a pedidos do público e devido as mais de 65 mil visualizações, o Festival continua até domingo 6 de junho!


Em 26 dias, o Festival disponibilizou mais de 200 filmes - entre curtas e longas, promoveu debates abordando a história do Estação e do Cinema nos últimos 35 anos e também lives com diretores e representantes do audivisual. O público ganhou mais uma semana para se deleitar com a diversidade do cinema nacional! #vemproestacao!

 

PROGRAMAÇÃO ATÉ DOMINGO 6/6:

PRÉ ESTREIAS
 
A Revolta dos Malês Direção: Belisário Franca, Jeferson De
Cinema é minha vida Direção: Patricia Niedermeier, Rodrigo Fonseca e Cavi Borges
Entre Macacos e Anjos Direção: Elizeu Ewald                                                                                     
Me Cuidem-se!  Direção: Bebeto Abrantes, Cavi Borges
O Artista – Todas as Horas, de Marcos Ribeiro
Ruivaldo, o Homem que salvou a Terra Direção : Jorge Bodanzky
Santiago das Américas ou o olho do terceiro mundo, de Silvio Tendler
Servidão, de Renato Barbieri e Neto Borges
Seres, Coisas, Lugares, de Suzana Macedo
Water Clock, de Regina Miranda

Panorama da Ficção Nacional

Amarelo Manga, de Claudio Assis

A Febre, de Maya Da-Rin
A Hora da Estrela, de Suzana Amaral
A Ostra e O Vento, de Walter Lima Junior
A Serpente, de Jura Capela
Antes do Fim, de Cristiano Burlan
Areias Escaldantes, de Franisco de Paula
 
Baile Perfumado de Lirio Ferreira e Paulo Caldas
Bandeira de Retalhos, de Sérgio Ricardo
Benjamin Zambraia e o Autopanótico, de Felipe Cataldo
Berenice, de Darwin
BR 716, de Domingos de Oliveira
Branco Sai, Preto Fica, de Adirley Queiroz
 
Cafuné, de Bruno Vianna
Casa Grande, de Fellipe Gamarano Barbosa
Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes
Como é Cruel Viver Assim, de Julia Rezende
Como ser Solteiro, de Rosane Svartman
Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano
5 Vezes Favela, Agora Por Nós Mesmos, Coletivo

Deus É Brasileiro, de Cacá Diegues
Divino Amor, de Gabriel Mascaro
Dias Melhores Virão, de Cacá Diegues
Dois Perdidos Numa Noite Suja, de José Joffily
 
Éden, de Bruno Safadi
Esse Amor Que Nos Consome, de Allan Ribeiro
Eu Seu Que Vou te Amar, de Arnaldo Jabor
 
Fado Tropical, de Cavi Borges

Guerra de Canudos, de Sergio Rezende
Guerra do Paraguay, de Luiz Rosemberg Filho

Hoje eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro

Introdução A Música do Sangue, de Luiz Carlos Lacerda

Lamarca, de Sergio Rezende
Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando Carvalho
Lisbela e O Prisioneiro, de Guel Arraes
 
Mãe só há uma, de Anna Muylaert
Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos

Nervos de Aço, de Maurice Capovilla
Nome Próprio, de Murilo Salles


O Banquete, de Daniela Thomas
O Beijo da Mulher Aranha, de Hector Babenco
O Exercício do Caos, de Frederico Machado
O Homem Nu, de Hugo Carvana
O Quatrilho, de Fábio Barreto
O Que Resta, de Fernanda Teixeira
O Uivo da Gaita, de Bruno Safadi
O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho
Os Matadores, de Beto Brant
Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado
 
Pendular, de Julia Murat
Pequeno Dicionário Amoroso, de Sandra Werneck
Praça Paris, de Lucia Murat
 
Ralé, de Helena Ignez
Reviver, de Patrícia Niedermeier de Cavi Borges
Rio Mumbai, de Pedro Sodré


Salto no Vazio, de Cavi Borges e Patrícia Niedermeier
Separações, de Domingos de Oliveira
Sinfonia da Necróple, de Juliana Rojas
Sonho de Rui, de Cavi Borges
Strovengah – Amor Torto, de André Sampaio

Tatuagem, de Hilton Lacerda
 
Últimos dias de Copacabana Jack, de Rob Curvello
Um Trem Para as estrelas, de Cacá Diegues
 
Vazante, de Daniela Thomas
Vende-se Esta Moto, de Marcus Faustini
Veja Esta Canção, de Cacá Diegues

Wood e Stock – Sexo, Orégano e Rock and Roll, de Otto Guerra



ESTAÇÃO VIRTUAL – PANORAMA DO DOCUMENTÁRIO NACIONAL

500 Almas, de Joel Pizzini
Aldir Blanc – Dois pra lá Dois pra cá, de André Sampaiio, Alexandre Ribeiro e José Roberto de MOrais
A Alma do Osso, de Cao Guimarães
A Batalha do Passinho, de Emilio Domingos
A História de um Silva, de Marcelo Gularte
À Margem da Imagem, de Evaldo Mocarzel
A Mulher de Luz Própria, de Sinai Sganzerla
A Música Segundo Tom Jobim, de Nelson Pereira dos Santos
A Obra de Arte, de Marcos Ribeiro

América Armada, de Alice Lanari e Pedro Asbag
Angel Viana, de Cristina Leal
Auto de Resistência, de Natasha Neri / Lula Carvalho
Bixa Travesty, de Claudia Priscila / Kiko Goifman

Cacaso – na corda bamba, de José Joaquim Salles e PH
Cartola, de Lirio Ferreira
Carvoeiros, de Nigel Nobel (produção de Marcos Prado e José Padilha)
Cativas - Preso Pelo Coração, de Joana Nin
Cauby Peixoto - Começaria Tudo Outra Vez, de Nelson Hoinnef
Cicero Dias - O Cumpade do Picasso, de Vladimir Carvalho
Cidadão Boilense, de Chaim Litewski
Cidade de Deus - 10 Anos Depois, de Luciano Vidigal / Cavi Borges
Cidade Invisível, de Terêncio Porto
Cinema de Lágrimas, de Nelson Pereira dos Santos
Cinema Novo, de Eryk Rocha
Clementina, de Ana Rieper
Cora Coralina, de Renato Barbieri
Crônica da Demolição, de Eduardo Ades

Dedo na Ferida, de Silvio Tendler
Deixa Que Eu Falo, de Eduardo Escorel
Diário de uma busca, de Flávia de Castro
Divinas Divas, de Leandra Leal
Do Luto a Luta, de Evaldo Mocarzel
Doméstica, de Gabriel Mascaro
Dominguinhos, de Eduardo Nazarin, Joaquim Castro e Mariana Aydar

Em Busca de Um Lugar Comum, de Felippe Mussel
Escolas em Luta, de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambeli
Estou Me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes
Excelentíssimos, de Douglas Duarte

Fios de Alta Tensão, de Sérgio Gag

Geraldinos, de Renato Martins e Pedro Asbeg
Geraldo José – O Som sem Barreira, de Severino Dadá

Henfil, de Angela Zoé

Iluminados, de Cristina Leal
Inaudito, de Gregório Gananian e Danielly O.M.M.

Janela da Alma, de João Jardim, Walter Carvalho
Jango, de Silvio Tendler
Juízo, de Maria Augusta Ramos

L.A.P.A, de Cavi Borges e Emílio Domingos
Lugar de Fala, de Felipe Nepomuceno

Marcos Medeiros: Codinome, de Vicente Duque Estrada
Mataram Meu Irmão, de Cristiano Burlan
Meia Hora e As Manchetes que Viram Manchetes, de Angelo Defanti
Memória Para Uso Diário, de Beth Formaggini
Meninas, de Sandra Werneck
Menino 23, de Belisário França
Mentiras Sinceras, de Pedro Asbeg
Missão 115, de Silvio da Rin


O  Rap do Pequeno Príncipe, Contra as Almas Sebosas, de Paulo Caldas / Marcelo Luna
O Chamado de Deus, de José Joffily
O Corpo É Nosso, de Thereza Jessouron
O Desmonte do Monte, de Sinai Sganzerla
O Processo, de Maria Augusta Ramos
Oscar Niemeyer - A Vida é Um Sopro, de Fabiano Maciel

Pan-cinema Permanente, de Carlos Nader
Paralelo 10, de Silvio Da-Rin
Pastinha! Uma vida pela capoeira, de Toninho Muricy
Paulo da Portela, de Demerval Netto
Pierre Verger, Mensageiro entre dois Mundos, de Lula Buarque de Holanda
Pindorama, de Roberto Berliner
Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundaréu, de Júlio Calasso Jr


Raul - O Inicio, O Fim, O Meio, de Walter Carvalho
Relatos do Front, de Renato Martins
Rocha que voa, de Eryk Rocha

Semente da Música Brasileira, de Patricia Terra
Serra Pelada, de Victor Lopes
Setenta, de Emilia Silveira
Simonal - Ninguem Sabe o Duro que dei, de Claudio Manoel e Calvito


Torquato Neto - Todas as horas do fim, de Eduardo Ades, Marcus Fernando
Torre das Donzelas,  de Suzanna Lira
Tropicália, de Marcelo Machado

Uma Longa Viagem, de Lúcia Murat
Um Passaporte Húngaro, de Sandra Kogut

Vou Rifar Meu Coração, de Ana Rieper
You tubers, de Sandra Werneck e Bebeto Abrantes
               

****


 
 
CURTAS FIC:
 
A Dama do Estácio Direção: Eduardo Ades
A Vez de Matar a Vez de Morrer Direção : Giovani Barros
A Distração de Ivan Direção: Cavi Borges e Gustavo Melo
Alfazema Direção: Sabrina Fidalgo
BatImam e Robim Direção : Ivo Branco
Café com Leite Direção: Daniel Ribeiro
Cartão Vermelho Direção: Lais Bodanzky
Documentário Direção: Rogério Sganzerla
Entre Paredes Direção : Eric Laurence
Lá e Cá Direção: Sandra Kogut
Lá do Alto Direção: Luciano Vidigal
Litania da Velha Direção : Frederico Machado.
Meu Preço Direção: Hsu Chien
O dia em que Dorival encarou a Guarda Direção : Jorge Furtado, José Pedro Goulart
O dia em que Macunaíma e Gilberto Freyre visitaram o terreiro da Tia Ciata Direção : Sérgio Zeigler e Vitor Angelo
O Resto é Silêncio Direção : Paulo Halm
Personal Vivator Direção: Sabrina Fidalgo
Recife Frio Direção: Kleber Mendonça Filho
Sete Minutos Direção: Julio Pecly, Paulo Silva e Cavi Borges
Um sol alaranjado Direção : Eduardo Valente
Vestido de Laerte Direção: Claudia Priscilla e Pedro Marques
Viver a Vida Direção : Tata Amaral
 
 
CURTAS DOCS:
A Maldita Direção : Tetê Mattos
A Miss e o Dinossauro Direção : Helena Ignez
As constituintes de 88 Direção : Gregory Baltz
Amnestia Direção: Sasanna Lira
Borá Direção: Angelo Defanti
Cine Paissandu Direção : Christian Jafas
Como se morre no cinema Direção: Luelane Loiola Corrêa
Domicílio incerto Direção : Davi Mello e Deborah Perrotta
Dreznica Direção: Anna Azevedo
Efeito Casimiro, de Clarice Saliby
Em busca de um lugar comum Direção: Felippe Schultz Mussel
Eu preciso destas palavras escritas Direção: Milena Malfredini, Raquel Fernandes
Forofina – um filme a ser feito, de Sylvio Lanna e Cavi Borges

Ilha das Flores Direção : Jorge Furtado
Na Rota do Vento – o cinema na música de Sérgio Ricardo, de Marina Lutfi, Victor Magrath e Cavi Borges
Nova Pasta, Antigo Baú, de Sylvio lanna

Pé sem Chão, de Sérgio Ricardo
Poética do Barro, de Giuliana Danza
Projeto Beirute Direção: Anna Azevedo
Recife de dentro pra fora Direção: Katia Mesel
República das Saúvas Direção + montagem + roteiro: Piero Sbragia
Terra, de Sávio Leite
Transverso Direção : Fernanda Paz

Vênus, de Sávio Leite
 
**
 


SELEÇÃO ESPECIAL DE CURTAS DE ANIMAÇÃO
Curadoria dos curtas de animação realizada por Marcelo Marão e Rodrigo Fonseca
 
ATÉ A CHINA  (ANIMAÇÃO) Direção: Marcelo Marão
Chifre de Camaleão, de Marcelo Marão
Engolervilha, de Marcelo Marão
EU QUERIA SER UM MONSTRO (ANIMAÇÃO) Direção: Marcelo Marão
FLUXOS (ANIMAÇÃO) Direção: Diego Akel
GRÃO  Direção: Adriana Miranda
PROJETO DO MEU PAI (ANIMAÇÃO) Direção: Rosária
SUBSOLO (ANIMAÇÃO) Direção: Erica Maradona e Otto Guerra


***

 
 ***
Curtas
Carta ao Magrão  Direção: Pedro Asbeg.
Caruatá - Vejo o Lugar Que Me Vê, de Walter Carvalho
Finado Taquari Direção: Frico Guimarães
João por Inês, de Bebeto Abrantes
Maré Olímpica, de Coletivo Maré Oficina de Documentários
Monte Serrat Direção: Francisco de Paula
Ouver – um processo em macro, de Pedro Bronz
Quem pode jogar? de Marcos Ribeiro
República das Saúvas, de Piero Sbragia



O FESTIVAL ESTAÇÃO VIRTUAL – 35 ANOS DE CINEMA BRASILEIRO Panorama da Ficção Nacional e Panorama do Documentário Nacional  é uma realização do Circuito Estação NET de Cinema em parceria com a Cavideo e possui recursos da Lei Aldir Blanc /Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa/Governo Federal conta com o copatrocínio do Canal Brasil.
 
SERVIÇOvimeo.com/estacaovirtualGratuito

Os filmes mudam a cada semana. A programação será divulgada no www.grupoestacao.com.br
 


Leia mais ...

Quer ver todos os filmes do festival mas não sabe por qual começar? Pois aqui na página do site vc encontra dicas de críticos e curiosidades e em nossa pagina do vimeo.com/estacaovirtual, vc encontra dicas dos curadores e de criticos (https://vimeo.com/showcase/festivalestacaovirtual-pilulas) . e, sim, se vc perdeu algum debate, lá estão todos eles!

 

bons filmes!

 

 

Leia mais ...

Longas, curtas, clássicos, inéditos, debates, dicas: em 18 dias, o Festival Estação Virtual teve 45 mil visualizações! E a partir desta quinta, 25/5 teremos novos filmes. É festa online do cinema nacional!

para assistir: vimeo.com/estacaovirtual

Festival Estação Virtual 35 Anos do CInema Brasileiro

Panorama da Ficção Nacional | Panorama do Documentário Nacional

#vem!

 

 

Leia mais ...

BAILE PERFUMADO, de Lirio Ferreira e Paulo Caldas.

com a palavra, Carlos Heli de Almeida:

 

 

A chamada “retomada do cinema brasileiro”, iniciada em meados dos anos 1990, ainda engatinhava quando uma dupla de jovens realizadores pernambucanos tirou do papel um dos projetos mais arrojados e criativos daquela fase do cinema nacional. “Baile perfumado”, de Lírio Ferreira e Paulo Caldas, não só renovaria a estética dos filmes sobre o cangaço, dando-lhe uma roupagem pop, como acabou estimulando o surgimento de um dos mais prolíferos ciclos regionais, que produziu nomes como Hilton Lacerda (“Tatuagem”, 2013), Gabriel Mascaro (“Boi neon”, 2015), e Kléber Mendonça Filho (“O som ao redor”, 2013; “Bacurau”, 2019).


“Baile pefumado” recria os últimos momentos de Lampião a partir da incrível saga de Benjamin Abrahão (Duda Mamberti), mascate libanês e cineasta amador que, nos anos 1930, documentou o cotidiano do bando do mais famoso dos cangaceiros, aqui interpretado por  Luís Carlos Vasconcelos. É um drama histórico que tenta evidenciar o lado humano de Lampião e de sua companheira, Maria Bonita, mas narrado pela energia do tempo presente, atravessado pela fotografia cristalina e a música do movimento mangue beat de Chico Science & Nação. Zumbi. De cara, em sua estreia, no Festival de Brasília de 1996, ganhou os troféus de melhor filme, cenografia e ator coadjuvante (Aramis Trindade).

Carlos Heli de Almeida

 

 

 

Leia mais ...

Amarelo Manga, Raul, Tatuagem, Deus é Brasileiro, Guerra de Canudos, tem mais filmes novos na 3ª Semana

de Festival Estação Virtual 35 Anos do Cinema Brasileiro

Panorama da Ficção Nacional | Panorama do Documentário Nacional!

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais ...

Deus é Brasileiro, de Cacá Diegues  -  Abençoada heresia


por Rodrigo Fonseca

 


Adaptado para a TV em 1993, como “Caso Especial” das noites de terça na Globo, com Diogo Vilela e Lima Duarte, “O Santo Que Não Acreditava em Deus” é um dos contos de maior teor mágico da obra do baiano João Ubaldo Ribeiro (1941-2014), tendo encontrado uma vaga nas bibliotecas da literatura nacional ao integrar a coletânea “Já Podeis da Pátria Filhos e Outras Histórias”, em 1991.

 

Dez anos depois de sua passagem pelas telinhas, a história das férias do Altíssimo na Terra, num recesso combinado com a tarefa de encontrar um substituto, ganhou os cinemas, convertendo-se, graças à estrela de boa sorte (vulgo talento) de Carlos Diegues, em um sucesso de bilheteria. Com 1,6 milhão de ingressos vendidos, a transposição da abençoada heresia de Ubaldo pras telonas chamou-se “Deus é Brasileiro” (2003), concorrendo a prêmios nos festivais de Tóquio e de Cartagena.

 

A luz do Nordeste ganha um colorido vívido nas lentes de Affonso Beato, que fotografa as andanças do Senhor (papel confiado a Antonio Fagundes) pelo país, à caça de um substituto. Seu guia é o borracheiro Valtércio Barbosa da Anunciação, aka Taoca, herói pícaro que ajudou a popularizar Wagner Moura cinco antes de ele usar a farda do Capitão Nascimento, em “Tropa de Elite” (Urso de Ouro de 2008). Na triagem por uma alma boa que ocupe seu trono no Paraíso, o Todo Poderoso aprende todos os “jeitinhos” que só quem nasce nesta pátria sabe usar, fazendo jus ao legado antropológico de seu realizador, sempre preocupado em transformar seus filmes em (populares) estudos sobre o conceito de povo que aqui se pratica.


Apoiado numa herança neorrealista que se linka (sobretudo) com o Vittorio De Sica (1901–1974) de “Milagre em Milão” (1951), Diegues mescla Sociologia a Poesia num inventário das esperanças que faz as populações do interior do Brasil sobreviverem mesmo diante das mais violentas intempéries. Coronelismo, morte a crédito, fome, submissão sexista, corrupção e todos os demais tumores que adoecem esta nação são analisados por um Deus mais próximo do clown Totò (1898–1967) do que da figura onipotente do Velho Testamento, convivendo entre gaviões e passarinhos da realidade nua, crua, mas fiel à sua perseverança e aos encantos do Belo, traduzido nas paisagens clicadas por Beato e no sorriso de Madá (Paloma Duarte).  

Leia mais ...

BICHO DE SETE CABEÇAS completa 20 ANOS!!

com a palavra, Luiz Carlos Merten

BICHO DE SETE CABEÇAS completa 20 anos!

 

Sobre o filme, o jornalista, critico e mestre Luis Carlos Merten, escreveu exclusivamente para o Festival Estação Virtual:

 

"Foram duros, mas também transformadores – inspiradores -, para o cinema brasileiro, os anos 1990. O confisco da poupança, a política de terra arrasada para a cultura refletiram-se nos filmes, paralisando a produção. O cinema renasceu como curta. Voltaram os longas. O Brasil foi para o Oscar. O Quatrilho, O Que É Isso, Companheiro?, Central do Brasil.

No começo dos anos 2000, surgiu uma safra muito especial de longas. Começou com Bicho de Sete Cabeças, prosseguiu com Lavoura Arcaica, chegou a Cidade de Deus.

O Bicho. Neto e seu pai autoritário, repressor. Ao descobrir o baseado, o pai interna o filho. Neto conhece o inferno do sistema manicomial, os eletrochoques.

Baseados no romance autobiográfico de Austregésilo Carrano, Laís Bodanzky e seu então marido, o roteirista Luiz Bolognesi, fizeram um filme crivado de sofrimento e beleza.

Bicho concorreu em Brasília, que tem a fama de ser o mais politizado festival brasileiro. Rodrigo Santoro era um astro global. Subiu ao palco para a apresentação debaixo de vaias. O que ocorreu ali foi histórico. Mágico - Rodrigo manteve o sangue frio.

No final, quem antes vaiara, agora chorava. Grande filme, pungente, com algo de viscontiano no seu olhar para a família e as estruturas sociais que ameaçam o humano. "

 

O Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodansky

assista: vimeo.com/estacaovirtual

 

#SececRJ

#CulturaPresente

#LeiAldirBlancRJ

#FomentaFestivalRJ

#canalbrasil

Leia mais ...

Grupo Estação © 1985-2017. Todos os Direitos Reservados

Topo Versão para desktop